Loading...
Anualmente, a corrosão custa bilhões para a indústria. Essa corrosão não meramente faz os ativos parecerem negligenciados, mais importante ela causa instabilidade estrutural e consequentemente cria sérios problemas de segurança. Ela também causa quebra severa no processo de produção e portanto na rentabilidade.

ZINGA se diferencia de outros métodos anti-corrosivos ao combinar tanto proteção Passiva e Ativa em um único sistema de galvanização por filme, de simples aplicação que não apenas fornece proteção catódica ativa, mas também fornece um escudo físico passivo.

ZINGA NOTÍCIAS

New Colleague

Dear ZINGA Friends,

We are very pleased to announce that Ms. Shei SIMPSON has joined the ZINGAMETALL Team in Eke, Belgium, since 4 December.

Shei is the 27-years old daughter of Rick SIMPSON. Shei became a qualified coating inspector at the age of 21. Shei also followed and succeeded in several professional courses. To name only a few : SSPC Level 1 Coating Inspector, Rope Access Level 1, Level 1 Blasting & Spraying, Offshore Sea Survival test, BOSIET, MIST.

She did several coating inspections on- and offshore, in Germany (Rainbow Warrior III), Malaysia (Odyssey Missile Launcher), Ireland, Wales, Scotland, …

We attach an article which was published in April 2013 in SURFACE WORLD Magazine:
SSPC – Shei Simpson Article Proof

Shei will reinforce and help our Tech Team as a R&D Assistant.
And after an intensive training at ZINGAMETALL she will step into her father’s feet as a Corrosion Consultant for assisting and helping our distributors and clients on the field whenever required.

A very warm welcome to you Shei and we wish you a very long, interesting and fruitful career.

You can reach Shei SIMPSON on : shei@zinga.be

The entire ZINGAMETALL Belgium Team.

NEW PARTNER IN ZINGA SWEDEN AB

ANNOUNCEMENT FROM ZINGA SWEDEN

Thor SMETTE is happy to announce that Mr. Björn STAM became a partner in ZINGA Sweden AB.

Björn is 49 years of age and has been active in sales and consulting of paint and equipment for anti-corrosion painting since 1991. Good knowledge of NORSOK M-501 design and documentation. Surface finisher in the wood industry 1984-1990. Björn has a Frosio Level 3 Certificate since 2011. Björn and Thor have been working very close for the last 2 years and he has also learned a lot from Rick Simpson.

Björn is also shareholder of the these 2 companies:

  1. https://www.prochroma.se/  A paint and paint equipment supplier represented in 4 different areas in Sweden. ProChroma will continue to be a retailer of the ZINGA products.
  2. http://www.stcontrol.se/ A professional paint / corrosion inspector company with 3 Frosio Level 3 inspectors, and where Björn is one of the inspectors.

Björn has just finished his first ZINGA bridge project in Sweden where 2 x 90 my ZINGA was used. The result of this project is very good, and the Road Authorities are very happy with both the performance of the team and the cathodic protection.

Björns contact details:
bjorn@zinga.se
Phone: +46 70335 54 88

Thor Smette
ZINGA SWEDEN AB
452 97 Strömstad
+46 76 2210 689
thor@zinga.se
www.zinga.se

Bem-vindo!

Após total renovação da marca, Zingametall entra em seu passo final de transformação: um novo website.

Esse website contém muito mais informações do que o anterior, convenientemente organizadas por tópicos.

Z - Zinga logo                         

ZINGA na literature profissional

É importante posicionar ZINGA cuidadosamente no amplo espectro de revestimentos protetores.

Para fornecer as informações vitais necessárias aos tomadores de decisão, informação sobre ZINGA é publicada na literatura profissional em uma base regular de diferentes países de todo o mundo.

Um exemplo recente pode ser encontrado na Revista Sueca ‘Process Nordic’ (página 6):

Clique aqui.

Uma tradução em português pode ser encontrada abaixo:

Proteção de corrosão é um mercado crescente

A proteção de aço utilizando diferentes superfícies de revestimentos tem sido uma prática desde que o aço é usado mais frequentemente como material de construção no mundo. Analistas acreditam que revestimentos de proteção hoje representam vendas em mais de nove bilhões de dólares por ano e que este dado crescerá para quinze bilhões em menos de 5 anos.

Onde houver aço, há corrosão e também gastos relacionados com corrosão aumentam à bilhões. De fato, países como Estados Unidos, Grã-Bretanha, Alemanha e outros países industrializados tem uma relação de gasto individual de corrosão de mais de dez bilhões de dólares americanos. Isso significa que o custo com corrosão é significativamente maior do que a soma do gasto mundial com revestimentos industriais.

Proteção de tinta comprometida permitindo a penetração da corrosão

Proteção de tinta comprometida permitindo a penetração da corrosão

Um método comum de proteção de aço ao ataque pela corrosão é o revestimento da estrutura com diferentes tipos de tinta. Uma parte contém pigmentos anticorrosivos e aditivos, outras reagem com a humidade da superfície permitindo as mudanças no filme de tinta pela qual a barreira protetora é formada para bloquear o contato entre o ar / oxigênio e a superfície metálica. Muitos desses sistemas são efetivos, mas em caso de presença de bolhas, rachaduras ou outros defeitos no revestimento, por exemplo, devido a danificação durante o trabalho e / ou transporte e construção, a barreira será danificada e o efeito perdido.
Em ambiente costeiro, um revestimento completamente intacto, que foi aplicado muito fino (por exemplo, nas bordas não arredondadas), pode permitir íons de cloretos a penetrar na superfície do filme da tinta até a superfície do aço. Por isso é muito importante que as especificações da tinta sejam seguidas rigidamente, caso contrário erros poderão ocorrer. Normalmente custa quatro a cinco vezes mais corrigir os erros, do que foi o custo original da aplicação.

Esta é uma das forças motrizes do uso global da galvanização à quente para a proteção de aço há décadas. Galvanização à quente elimina muitos problemas que possam ocorrer no tratamento da superfície na forma de aplicação de tinta. Tendo dito isso, é entendido que também a galvanização à quente tem seus próprios parâmetros que devem ser seguidos para atingir um bom resultado. Peças tubulares fechadas devem, por exemplo, ser fornecidos com orifício de ventilação por metro com 25mm de diâmetro, para evitar explosão quando aquecidos. Entre arquitetos, era impopular fazer furos em estruturas cuidadosamente desenhadas, e preenche-los era um processo muito trabalhoso e caro.

Ponte Kalvoya em Oslo foi tratada com o sistema por filme de galvanização ZINGA quase 30 anos atrás.

Ponte Kalvoya em Oslo foi tratada com o sistema por filme de galvanização ZINGA quase 30 anos atrás.

Outra preocupação é o risco de empenamento de partes delgadas do aço. Mesmo uma pequena perda dimensional significa, por exemplo para uma longa peça que os furos dos parafusos não coincidirão com os furos do projeto. Isso também ocorre quando algumas ligas de aço tem uma superfície de estrutura diferente do aço comum e isso pode ser um problema para galvanização à quente. Assim, pode ser difícil atingir um desenho uniforme de uma construção soldada composta de diferentes tipos de aço. Alguns metais, tais como ferro fundido são difíceis para imersão à quente, e não podem ser mergulhados em um banho de zinco líquido com temperatura de 450 graus, pois isso levaria a defeitos superficiais.

Durante o início da década de 1970, um sistema de galvanização por filme chamado ZINGA foi desenvolvido na Bélgica. ZINGA pode ser usado em recargas de zinco para estruturas que não podem ser removidas e anteriormente tratadas por galvanização à quente, tais como para torres de alta tensão, pontes e sinais de transito.

Sistema de galvanização por filme ZINGA oferece o mesmo tipo de proteção catódica como a de imersão à quente, mas é aplicado da mesma maneira que um sistema de tinta. A galvanização liquida consiste em partículas de zinco atomizadas e resinas.

 

O método rapidamente provou funcionar bem para reparos e poderia restaurar ou aumentar a espessura de revestimento de zinco. Os bons resultados com esses tipos de reparos convenceram mais e mais fabricantes para também usar este método, dentre outros, a fim de eliminar os problemas com empenamento do aço por aquecimento.Mesmo o ferro poderia agora ser galvanizado, com a aplicação em temperatura ambiente. GALVANIZAÇÃO POR FILME combina proteção catódica / galvânica e barreira. Aplicação pode ser feita por pincel, rolo ou spray. O conteúdo de zinco na camada seca é de pelo menos 96%. Pode ser aplicado em humidade relativa do ar de até 95% e em temperaturas baixas até menos 15 graus Celsius. O revestimento de zinco seca ao toque em dez a 15 minutos e uma segunda camada pode ser aplicada após apenas uma hora.Devido a essas propriedades, a galvanização por filme é bastante utilizada no setor offshore e em aplicações de fundações de portos e pontes. ZINGA pode ser sobrepintado por razões estéticas se desejado, mas não necessita de nenhum acabamento extra.Um bom exemplo de grande duração e performance é a superfície da ponte Kalvoya, em Oslo. Foi tratada com ZINGA aproximadamente 30 anos atrás e somente agora que uma recarga está sendo considerada.Além disso, foi descoberto que um novo jateamento não será necessário antes de aplicar o novo revestimento com zinco, será suficiente a limpeza sob  alta pressão (700 bar) da superfície a ser tratada. Os testes de tração demonstraram que a camada de quase 30 anos de ZINGA ainda tem adesão de 11 Mpa.

Essa experiência claramente demonstra que é possivel manter virtualmente todos os tipos aço e construções de ferro sem manutenção por um grande número de anos, dando lhes uma proteção catódica total com o sistema de galvanização por filme ZINGA, desde que sejam apropriamente limpas e jateadas. Também foi mostrado que um novo jateamento não é sempre necessário quando, após algumas décadas for a hora de renovar o revestimento com mais zinco, diz Thor Smette, CEO da Zinga Sweden AB.

Update on the anticorrosion protection of the Guangdong Lufeng Jiahuwan Power Plant :

Update Guangdong Lufeng Jiahuwan Power Plant

If you click on this link: http://720yun.com/t/71ej5phkvn0?from=singlemessage&isappinstalled=0&pano_id=7617273 you will be redirected to an aerial footage taken from a drone on 13 November 2017 at the Guangdong Lufeng Jiahuwan Power Plant.

Only roughly half of the steel structures of the multi-story main plant and boiler buildings (to the right of the tall square concrete tower) plus some surrounding small structures that are most visible in grey are coated with ZINGA. The total quantity used up till now only about 250 tons of ZINGA so far. The other half are hot-dipped. The buildings or structures surrounded with green tarp are mostly concrete with very little steelworks, which are also hot-dipped.

Miscellaneous smaller structures and steelworks supporting all kinds of equipment are still being fabricated and have yet to be installed.

This may consume another 30-40 tons of ZINGA over the next 9-10 months.

The project is already falling behind schedule, for over 1 year, due to multiple delays in the steel fabrication itself, but also to defective surface preparation and coating application by the steel fabricators.

Now, 18 months after the project began, ZINGA has by comparison proven to outperform HDG (Hot-Dip Galv.) and the project leaders have realised they should have kept more steelwork for ZINGA and less for HDG. It is our goal to recapture more ZINGA business for Phase 2 which will not commence until December 2018.

.

Additional info about this Project :

Upon completion in 4 phases and fully operational in 2024, the Guangdong Lufeng Jiahuwan Power Plant (8 x 1000 MW) will be the world’s largest and cleanest coal-fired power plant, serving Guangdong, the richest Chinese province which has a total population (highest nation-wide) of over 104 million people and contributes to more than 27% of China’s total GDP.

The project is very highly regarded and blessed by the Central Government of China and the Guangdong provincial government, as it will be China’s first and largest clean new energy power plant, with zero emission of pollutants – achieved by adopting the most advanced and high efficiency German technologies in reduction of carbon emissions, desulphuration, denitration, water & energy conservation in generating coal-fired power. Sea water will be desalinated and used for cooling the boilers and generators in the conversion of heat to electricity. Waste water from the power production areas and the workers’ living quarters will be treated and recycled for landscape irrigation and non-potable use.

Construction and operation of the Lufeng Jiahuwan Power Plant will conform to the highest standards and levels of occupational health & safety, environmental protection, ecological balance optimisation and operating cost effectiveness. Total capital invested by Guangdong Baolihua New Energy Stock Co., Ltd., which is listed in the Shenzhen Stock Exchange, is in excess of RMB 36 billion (or EUR 5.37 billion). The 8 x 1000 MW electricity produced here will be fed directly into the Guangdong Power Grid, one of the 5 state-owned national power grids in China, for consumption in the surrounding regions of southern China.

The massive site occupies a land area measuring 2.2 km and 1.6 km right at the seaside facing the South China Sea. Small sections of the plant will be built on reclaimed land and a privately owned pier (equipped with an extensive, steel structured, fully automated coal conveyor system) accommodating up to 100,000 tons of vessels carrying high-grade and combustion-efficient coal imported from Australia and Indonesia will be built along the shore line parallel to the power plant. Geographically, this locale, with an atmospheric temperature range of 3~40°C, receives very heavy rainfalls and multiple typhoons annually. It is a frequent landing pad of many typhoons originating in the Philippines.

When fully operational by late 2024, the Guangdong Lufeng Jiahuwan Power Plant will employ more than 1,200 full-time workers and staff, providing them with well and truly self-containing facilities for working, living (with a huge hotel-like fully serviced dormitory accommodating up to 800 employees), relaxation and entertainment. This, and another gigantic resort-looking office complex with 2 enormous canteens serving 1,200 people daily (working in 3 shifts) have already been built and are in ready-to-move-in conditions.

Total quantities of steelworks used are about 45,000 tons per phase of construction and 220,000 tons in total. The quantity of Zinga needed for anti-corrosion protection of major steelworks is approximately 300 tons per phase, based on 150-180 µm DFT applied as a unique stand-alone system.

VIDEO CORPORATIVO

O QUE É ZINGA?

O sistema de galvanização por filme ZINGA® combina muitas vantagens: uma proteção ativa ou galvânica, uma barreira de proteção passiva e fácil aplicação. Para oferecer proteção galvânica, uma concentração de zinco de ao menos 92% deve estar presente na película seca. Tendo 96% de zinco no filme seco, ZINGA® certamente atende essa condição. ZINGA® oferece uma excelente proteção ativa e passiva:

  • O Zinco fornece proteção ativa catódica através de sacrifício galvânico.
  • A barreira, fornecida tanto por óxidos de zinco quanto pela resina, garante forte proteção passiva.

Em caso de danos mecânicos ou em caso de dilatação ou retração de metal por conta das variações de temperatura, não haverá nenhuma oxidação.

Para mais informações de ZINGA®, navegue a vontade nosso website ou entre em contato conosco.

PRODUTOS ZINGA 

TESTEMUNHOS DE CLIENTES

Vemos o seu sistema de revestimento como uma solução prática e econômica para este fim, uma vez que garante a integridade da subestação no canteiro, bem como a robustez das torres de transmissão.
Michael Hunnibel, Transend Networks Pty
Confirmamos que, em 1987, começamos um programa de manutenção de nossas tubulações, onde ZINGA foi usado como principal proteção anti-corrosão.
Até este momento (1999), não houve necessidade de qualquer tipo de manutenção, o que prova que ZINGA é um sistema muito bom tanto para proteção contra a corrosão quanto para economia de custos.
Colonel T. Kellen, NATO
Se passaram 10 anos desde que começamos a renovar com sucesso numerosas pinturas em instalações do grupo Renault (UGB, LHA, SOVAB, MCA, …) e isso graças ao suporte e aconselhamento da companhia de engenharia EAST.
Eu gostaria de confirmar aqui que o produto re-metalizador ZINGA é em alguns casos, um sistema chave.
Esse sistema permitiu que fizéssemos economia considerável.
Patrick Cudonnec, Renault
Apreciamos a facilidade de operação dos produtos e o comportamento até agora do sistema acima indicado, e é por isso que estes produtos foram promovidos para outros projetos de OMV Petrom SA.
Teodor Nichita, OMV Petrom