Sobrerevestindo ZINGA

Home/Aplicação/Sobrerevestindo ZINGA

ZINGA pode ser sobrerevestido com topcoat para dar um acabamento colorido às estruturas.

Como todos os revestimentos ricos em Zinco são porosos, cuidados devem ser tomados para assegurar a compatibilidade do sobrerevestimento com ZINGA.

Em condições práticas, nós recomendamos o uso de um sealer para evitar quaisquer problemas com a compatibilidade do sobrerevestimento. Zingametall oferece dois sealers compatíveis que foram testados de acordo com a ISO 12944: Zingalufer (sealer PU) and Zingaceram HS (sealer EP).

Não é possível dar uma extensiva lista de produtos que são ou não compatíveis com ZINGA. Cada topcoat tem suas características específicas que fazem a compartibilidade com ZINGA mais ou menos provável.

Nós podemos apenas fornecer linhas gerais para detectar se um topcoat é ou não adequado a uso sobre ZINGA.

Orientações gerais

As características listadas abaixo podem nos dar uma boa indicação da compatibilidade com ZINGA.

Nunca aplique tintas alquídicas sobre ZINGA. O alquidico reagirá com o Zinco e o fará saponificar.

Produtos base água podem causar a formação de sais de Zinco abaixo do topcoat, resultando em má adesão. Revestimentos base água não devem ser usados em ZINGA.

Em geral, tintas de secagem rápida trabalham muito melhor sobre ZINGA. Tintas de secagem rápida permitem menos tempo para o solvente do topcoat penetrar a camada de ZINGA e consequentemente danificar suas capacidades catódicas. Idealmente, a tinta não deve ter um tempo de secagem ao toque (20°C) de mais do que 1 hora, com máximo de 2-3 horas.
Se o topcoat forma produtos ácidos ao curar, isso pode afetar o revestimento de ZINGA. Informação na formação do produto sobre a cura pode ser encontrado em fichas FISPQ.
Se uma tinta está completamente curada, ela pode não mais afetar a camada de ZINGA. Se esse tempo de cura é curto, o impacto em ZINGA também é reduzido, assegurando melhor compatibilidade.
ZINGA é sensível a sulfates. Portanto topcoats que contem sulfates devem ser evitados.

Testando compatibilidade

Se um topcoat é usado diretamente em ZINGA, é recomendado sempre se fazer um pequeno teste em uma chapa de testes. Isso previne problemas em uma grande estrutura e também dá ao aplicador uma chance de conhecer o produto.

Para maiores informações, por gentileza contate a Equipe Técnica Zingametall.

Técnica de Névoa/Camada Cheia

Para evitar bolhas de um revestimento ou selador sobre Zinga, aconselha-se aplicar tintas utilizando a técnica de névoa/camada cheia.

Uma fina camada de selante ou topcoat é aplicada sobre a superfície de ZINGA antes de uma passagem completa do revestimento na espessura da película normal. Esta película fina penetra apenas nas camadas superficiais da ZINGA e sela a sua superfície. Também relativamente “porosa”, a camada de névoa apresenta pouco obstáculo à passagem de ar a partir destas camadas superiores de ZINGA.

Em primeiro lugar, uma fina e contínua camada é aplicada, o que permite fácil passagem de bolhas de ar através da película. Esta primeira fina camada  também fornece uma barreira para solventes agressivos do acabamento.

Camada em névoa

Aplicação pelo menos 6 horas depois de Zinga seco ao toque.

25 a 30 μm Espessura Seca – DFT (em camada contínua).

Diluição normal de acordo com os dados da ficha técnica

Camada complete

Aplicação pelo menos 2 horas depois da camada em névoa estar seca ao toque.

Espessura da camada especiificada menos 25 a 30 μm DFT (da técnica de névoa).

Diluição normal de acordo com os dados da ficha técnica.

ZINGA em galvanizações a quente (antigas)